Hora de cuidar das manchas na pele

Hora de cuidar das manchas na pele

Os tipos de manchas mais comuns são os melasmas, as melanoses solares, as efélides (sardas) e as manchas ocasionadas por acne e lesões. Procurar um profissional que saiba realizar o diagnóstico do tipo de mancha corretamente é essencial, considerando que o tratamento muda de acordo com o diagnóstico. Se um melasma for tratado da mesma forma que uma melanose, por exemplo, a mancha pode tornar-se ainda mais escura (efeito rebote).

Melasmas são manchas castanhas e irregulares que aparecem principalmente nas maçãs do rosto, testa, nariz, lábio superior e têmporas. Geralmente estão relacionadas a questões hormonais, como anticoncepcionais, reposição hormonal e gestação. Além dos hormônios, existem também outros fatores que podem influenciar no aparecimento ou piora do quadro, como fatores genéticos, problemas na tireóide e a luz solar, que estimula ainda mais a produção de melanina. Geralmente quanto mais profundo o melasma mais difícil seu tratamento, que exige paciência.

As melanoses solares, também chamadas de “manchas senis”, são manchas escuras e mais comuns em pessoas de idade avançada. Mas elas não são provocadas pela idade e sim pelo tempo de exposição ao sol. Pode-se perceber que os locais mais escondidos, como a axila e a parte interna dos braços, mesmo tendo a “mesma idade”, não são afetados. Essa pigmentação ocorre por causa do dano solar acumulado ao longo dos anos. Os locais mais comuns de aparecer são nas áreas que ficam muito expostas ao sol, como o dorso das mãos e dos braços, a face, o colo e os ombros.

 

As efélides são as famosas sardas, muito comuns nas regiões do corpo que ficam mais expostas ao sol como face, colo e ombros. Elas são mais comuns em peles claras e em pessoas ruivas, pois são mais sensíveis ao sol.

Com relação às manchas causadas pela acne, o mais importante é acabar de vez com a causadora antes de qualquer coisa. Normalmente, o tratamento da acne envolve medicamentos que tratam do problema internamente, peelings que secam as espinhas, produtos próprios para limpeza e tonificação, protetor solar matificante e tratamentos estéticos, como limpeza e fototerapia. Depois de dar fim à acne é necessário cuidar das manchas e marcas que restaram.

São inúmeras as opções de tratamentos para manchas. Os peelings vão desde os superficiais até os que atingem camadas mais profundas da pele e geram grande descamação. Estes podem ser realizados com substâncias químicas, como ácidos, com máquinas que fazer dermoabrasão e com produtos que são ativados por luzes de LED, os chamados peelings fotoativados. Aparelhos como a luz intensa pulsada e lasers de alta tecnologia como o de Nd YAG e o de CO2 fracionado estão sendo cada vez mais utilizados para tratar manchas e, em alguns casos, têm até mesmo substituído o uso dos peelings, com resultados superiores e menos sessões. Outra técnica que tem sido utilizada com muito sucesso, principalmente em se tratando de melasma, é o MMP (microinfusão de medicamentos na pele).

 

É comum a necessidade de associação entre os diversos tipos de tratamentos, por outro lado, um único tratamento pode se encaixar a mais de um tipo de mancha. O mais importante é saber realizar o diagnóstico corretamente, considerando que para tipos diferentes de manchas pode ser utilizada uma mesma técnica, por exemplo, mas com protocolos totalmente diferentes. Substâncias clareadoras e despigmentantes, para uso domiciliar, geralmente são prescritas em conjunto com os tratamentos estéticos, com objetivo de potencializar resultados.

 

O uso de protetor solar adequado deve ser regular antes e depois do tratamento. Não basta que o protetor tenha um FPS alto, ele precisa ter também um PPD acima de 10, que é o fator responsável pela proteção contra os raios UVA, que causam as manchas e o envelhecimento precoce. Caso não se use, as manchas podem ficar ainda mais difíceis de serem removidas ou tendem a voltar com mais rapidez. Tratamentos de manutenção são geralmente necessários considerando que a maior parte das manchas tem tendência a retornar com o tempo.

Share:

Comment on "Hora de cuidar das manchas na pele"

  1. […] afundamento, muitas vezes dá uma sensação de escurecimento ou manchas na área, por existir uma sombra nesse […]

  2. […] pele e o destrói. Se o alvo é a melanina, pigmento marrom das manchas de sol, o laser a aquece e trata a mancha, desnaturando o pigmento. No caso da hemoglobina, pigmento vermelho dos vasos sanguíneos, a luz […]

Leave comment